Header Ads

SMARTPHONE COM BATERIA RECARREGÁVEL EM 5 MINUTOS: LANÇAMENTO PREVISTO PARA 2018 !

StoreDot diz que se adaptaram ao tamanho exigido pelo mercado

Muitos dos leitores aqui sofrem com a famosa "bateria viciada", em que o celular fica horas e mais horas carregando e o consumidor acaba tendo um péssimo proveito de seu celular.

Mas saiba que isso pode mudar, em 2018 !

A novidade foi apresentada pela primeira vez em 2015, quando a start-up de Israel StoreDot fez uma demonstração seu "FlashBattery" no CES Tech Show, uma feira comercial do mercado de tecnologia, em Las Vegas.


O CEO da empresa, Doron Myersdorf, contou que a bateria deverá entrar em produção de grande escala no início de 2018. O prazo é visto com ceticismo por analistas do setor, mas o executivo diz que já está em curso um projeto-piloto em duas fabricantes asiáticas de baterias.
As primeiras versões da bateria eram mais grossas do que a maioria das usadas em smartphones. Myersdorf, no entanto, afirma que as versões atuais atenderão às exigências mercadológicas. Ele não quis revelar quais fabricantes de smartphones usarão a tecnologia.

"Nós vamos carregar um smartphone em cinco minutos", garante.

Segundo o executivo, a bateria produzida por sua empresa contém materiais que permitem reações "não tradicionais" e uma transferência inusitadamente rápida de íons de um ânodo para um cátodo - o processo elétrico que carrega uma bateria.
O design envolve nanomateriais, que são estruturas minúsculas e compostos orgânicos não nomeados.

Ceticismo
O analista de tecnologias Ben Wood, da consultoria CCS Insight, ainda não está convencido de que seja possível realizar o lançamento do produto no prazo estipulado. Mas admite que, se a bateria funcionar como prometido, representará um grande avanço para a indústria de tecnologia.


Carros



Outros fabricantes também trabalham no desenvolvimento de tecnologia que permita uma recarga de bateria mais rápida. Em novembro, por exemplo, a empresa Qualcoom anunciou seu sistema "Quick Charge 4", que oferece cinco horas de bateria após um minuto de recarga.
Nesta semana, em uma feira de tecnologia em Berlim, a StoreDot também lançou uma bateria elétrica de carro que recarrega em cinco minutos. A empresa disse que essa carga renderia mais 480 km de uso.
Uma demonstração dessa tecnologia foi dada no Cube Tech Fair - no entanto, a apresentação acabou antes de a bateria terminar de carregar.
"Nós não temos contratos, mas estamos trabalhando com empresas de automóveis para desenvolver a bateria. Deverá levar cerca de três anos para que ela entre no mercado", disse Myersdorf.

Por outro lado, a Tesla, que produz veículos elétricos, diz que sua tecnologia de recarregar baterias rapidamente já consegue oferecer uma recarga completa em um dos carros da marca - como o Model S, por exemplo - em 75 minutos. Uma recarga de 30 minutos renderia 270 km de uso.
"Consumidores querem que o tempo de recarga da bateria seja similar ao tempo que eles perdem no posto de gasolina", afirma Joe Kempton, analista da Canalys (empresa de pesquisa e marketing para o mercado de tecnologia).
A aplicação real de tudo isso, porém, dependerá de uma questão principal, ele diz: "Se a tecnologia poderá ser produzida suficientemente em grande escala e com um bom custo".

Nenhum comentário